Passe frente a frente?

In Artigos de Opinião, Atletas - Artigos de Opinião, Cadernos Técnicos e Manuais Técnicos de Treino, Destaque, Futebol, Planos de Treino/Treinos Específicos, Treinadores - Artigos de Opinião by RedaçãoDeixe um comentário

Passar é uma interacção entre um jogador, a bola, o colega e os adversários. Criar espaço é uma interacção entre o jogador e o adversário. O objectivo principal do treino é melhorar as acções de futebol e não treinar o corpo isoladamente do contexto.

Uma componente fundamental no futebol é a comunicação entre os jogadores. Comunicação corporal! A comunicação é melhorada através do treino táctico. A função do treino táctico é tornar os companheiros de equipa mais previsíveis (trabalho de equipa).Um bom entendimento táctico entre jogadores, baseado na comunicação não-verbal, é um dos factores mais importantes a ser trabalhado na pré-época.  Com esta informação os jogadores tomam melhores decisões durante o jogo. De seguida, estas decisões são executadas com a técnica individual de cada jogador. Finalmente a forma física no futebol permite que este processo se mantenha na maior intensidade durante os 90 minutos de jogo.

TOMADA DE DECISÃO

No futebol não temos que ser rápidos, temos que chegar a tempo! A tomada de decisão é o factor chave e fundamental que nós como treinadores temos de querer desenvolver. Quando falamos em tomada de decisão, falamos da inteligência do jogador para decidir perante o contexto. No futebol, os mais inteligentes são aqueles que interpretam e adaptam-se melhor ao contexto/situação em que se encontram. Uma boa decisão faz aumentar as probabilidades de sucesso da equipa. O jogador mais veloz não é o que corre mais rápido, mas sim o que primeiro resolve o problema.

TÉCNICA

Técnica é a execução de uma decisão e não ela própria um objectivo. Desta forma, visão de jogo e técnica não podem ser vistos como algo em separado. Sem visão de jogo a técnica corre o risco de ser vista sem significado ou sentido. Por outro lado, um jogador com uma boa visão de jogo mas incapaz de receber e passar a bola correctamente não contribuirá muito no campo de futebol.É errado realizar passe frente a frente sem oposição? Não. Mas perder tempo precioso e às vezes tão curto com uma unidade de treino exclusiva para situações estritamente técnicas que não envolvam a tomada de decisão é! Isso não é futebol.

Todas as categorias de treino acima mencionadas podem ser desenvolvidas em exercícios de Futebol. A componente táctica, técnica e física pode ser trabalhada em acções futebolísticas especificas. O treinador tem o papel de manipular os exercícios, de modo a focar uma dessas componentes e sempre de acordo com o objectivo que pretende atingir na sessão de treino.

FORMAÇÃO

Infelizmente, no futebol, existem ainda pessoas que acreditam na “regra das 10,000 horas” que sugere que uma criança para se tornar um jogador profissional (expert) tem de treinar no mínimo este tempo. No entanto, esta regra vem de descobertas cientificas realizadas em outras áreas de pesquisa que não do futebol. Só analisando as características especificas, da modalidade que é o futebol, é que podemos tomar conclusões sobre a área. O treino do futebol de formação (desenvolvimento de talentos), deve focar-se em melhorar a qualidade, em vez da quantidade de treinos. Melhores treinos em vez de mais treinos.Treinar melhor em vez de treinar mais!

“Todos os atletas jovens merecem treinadores que não só tentem melhorar os seus jogadores, mas também melhorar a si próprios aumentando a fasquia todos os dias”- Raymond Verheijen 

Verheijen, R. (2016) The Original Guide to Football Periodisation. The Netherlands, 2nd Edition. World Football Academy.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.