Bilhetes em lojas Continente a partir de sexta-feira

Em Futebol por AdminComentários de 4

Ingressos para o Portugal-Arábia Saudita (Viseu) e o Portugal-EUA (Leiria).

Alguns acertos de ordem técnica obrigaram ao adiamento do início da venda de bilhetes nas lojas Continente para os dois jogos de solidariedade da Seleção Nacional em novembro, previsto para esta quarta-feira.

Os ingressos para os dois jogos estarão à venda em várias lojas Continente (ver lista abaixo) a partir de sexta-feira, 27 de outubro.

Na sexta-feira iniciou-se a venda online, na bilheteira da FPF, mas já esgotaram os ingressos para o Portugal-Arábia Saudita.

Portugal recebe a Arábia Saudita a 10 de novembro em Viseu, no Estádio do Fontelo, e os Estados Unidos a 14 de novembro no Municipal de Leiria (ambas as partidas às 19h45), marcando presença em dois dos distritos mais fustigados pelas tragédias dos incêndios nos últimos meses.

O preço único de cada bilhete é de 15 euros e a receita líquida dos jogos será, numa iniciativa da FPF apoiada pela Missão Continente, utilizada no auxilio à reconstrução de casas de primeira habitação de famílias carenciadas dos vários concelhos afetados pelo fogo.

LOJAS ONDE PODE COMPRAR BILHETES:

Portugal-Arábia Saudita
Continente Viseu
Modelo Continente Viseu

Portugal-EUA
Continente Leiria
Continente Matosinhos
Continente Gaiashopping
Continente CoimbraShopping
Continente Forum Coimbra
Modelo Continente Tomar
Modelo Continente Marinha Grande
Modelo Continente Ourém
Modelo Continente Pombal
Modelo Continente Alcobaça
Modelo Continente Nazaré
Modelo Continente Caldas Rainha

Fonte: Federação Portuguesa de Futebol

Comentários

  1. Carla Oliveira

    É uma vergonha, que no dia 27 de outubro de 2017, às 8:30h da manhã estejam esgotados os bilhetes no Continente em Viseu!!!

  2. Carla Oliveira

    Os ingressos para os dois jogos estarão à venda em várias lojas Continente (ver lista abaixo) a partir de sexta-feira, 27 de outubro.

  3. eugenia mateus

    Uma nobre causa que portugal mais uma vez abraça ja que as entidades portuguesas demoram a prestar ajuda

Deixe um Comentário