Velhotes não descola do topo da série 1! Já em Cortegaça, Florgrade encosta-se ao “Balizas” no 1º posto!

In Minifootball by RedaçãoDeixe um comentário

Em Aveiro, na Série 1, mais um fim-de-semana de jogos, sendo registadas vitórias de Inválidos, LusaVouga, e Velhotes, que não descola do topo da tabela classificativa.

No primeiro jogo do dia, assistiu-se ao jogo grande da Jornada, entre velhos conhecidos, com Desportivo D’Azeméis e Inválidos frente a frente para disputar 3 importantes pontos, e foi o Inválidos a levar a melhor ao vencer por 3 x 5. Foi até o Desportivo a iniciar melhor, e aos 4′ inaugurou o marcador, e fez o 1 x 0 com José Fabrica a facturar, e o mesmo jogador bisou na partida 7′ depois, e fez assim o 2 x 0. O Desportivo estava bem, mas o Inválidos foi à procura do empate, e logo no minuto seguinte Miguel Marques fez o 1 x 2, e deu novas esperanças à sua formação. O intervalo chegou, sem mudança no resultado, e a 2ª parte iniciou melhor para a equipa do Inválidos, que acabou por promover a reviravolta no marcador, e aos 36′ Sidónio Ramos fez o 2 x 2 para a sua equipa, e aos 38′ verificou-se a passagem do Inválidos para a vantagem no marcador, com Marcelo Mendes a fazer o 2 x 3, sendo que o mesmo jogador ampliou a vantagem ao fazer o 2 x 4 aos 43′. O Desportivo ainda reduziu aos 45′, Flávio Soares a fazer o 3 x 4, mas o Inválidos haveria de voltar a marcar aos 46′, com Marcelo Mendes a fazer o seu “hatrrick”, e a dar a vitória à sua equipa.

No segundo jogo, o LusaVouga encontrou pela frente o Gafanha United, e venceu por 5 x 0, numa partida totalmente dominada pela primeira formação. A primeira parte foi bastante dividida, mas o LusaVouga conseguiu abrir o activo à passagem do minuto 9, altura  em que Márcio Lasca abriu o marcador. O Gafanha tentou responder com o empate, mas até ao intervalo nada alterou. Na 2ª metade, o LusaVouga entrou com mais intensidade, ao contrário do Gafanha, que mostrou mais passividade, e acabou por consentir mais 4 golos na fase inicial. Aos 27′ António Soares fez o 2º na partida, e 3′ depois o mesmo jogador bisou na partida, e colocou o 3 x 0 no marcador. O Gafanha perdeu a esperança nesta altura, e aos 32′ João Pinto fez o 4 x 0 no encontro e sentenciou a partida. Até ao final, o LusaVouga ainda conseguiu aplicar uma “manita”, com Márcio Lasca a bisar também na partida, e a fazer o 5 x 0 final.

No último jogo do dia, o Velhotes encontrou pela frente o Tribo da Tripa e conseguiu uma importante vitória por 8 x 5. A partida iniciou praticamente com um golo, com Fernando Monteiro a abrir o activo para o Velhotes, mas 2′ depois o Tribo da Tripa colocou o 1 x 1 no marcador, com Lucas Martins a facturar, e 2′ depois o mesmo jogador promoveu a reviravolta no marcador, e bisou na partida fazendo o 1 x 2. O Tribo aproveitou o bom momento para tentar alcançar o 3º golo, que aconteceu mesmo, com Rui Araújo a fazer o 1 x 3, e a complicar as contas para o Velhotes, que queria manter a senda das vitórias. O Velhotes procurou mudar o rumo dos acontecimentos, e à passagem do minuto 19′ reduziu o marcador, com João Glória a fazer o 2 x 3, e até ao intervalo o resultado não se alterou. Na 2ª metade, foi desta vez o Tribo a iniciar melhor, e logo aos 28′ Filipe Vaz fez o 2 x 4, voltando a dar 2 golos de vantagem à sua equipa, mas 9′ depois o Velhotes voltou a responder com golo, com Diogo Martins a fazer o 3 x 4. A desvantagem de apenas 1 golo durou somente 1′, pois Filipe Vaz, o capitão do Tribo, bisou na partida e colocou o 3 x 5 no placar de resultados. A partir daqui, o Tribo pretendeu manter o seu ritmo de jogo, mas baixou a intensidade e o Velhotes apostou tudo no ataque, e a verdade é que a estratégia deu frutos. Aos 39′ João Glória bisou na partida, e colocou o resultado em 4 x 5, e o empate acabou mesmo por surgir, com Bruno Martins aos 43′ a fazer o gosto ao pé. Aos 45′ Fernando Monteiro também bisou na partida, e promoveu a reviravolta no marcador, fazendo o 6 x 5. O Tribo voltou à carga, e procurou chegar ao empate, mas foi o Velhotes a fazer uma melhor gestão, e acabou por fazer os golos que deram a importante vitória – Bruno Martins bisou aos 49′, e aos 50’Duílio Gouveia fez o 8 x 5 final.

3ª JORNADA SUPERLIGA AVEIRO
21 DE OUTUBRO, 2017

19H00 – Desportivo D’Azeméis 3 x 5 Inválidos

20H00 – LusaVouga 5 x 0 Gafanha United

21H00 – Tribo da Tripa 5 x 8 Velhotes

FOLGA: G-Insport

Já na Série 2, 4ª Jornada disputada, com 3 jogos realizados e registadas vitórias de Global F7, Florgrade, e empate entre Urban Soccer e Fustal.

No primeiro jogo do dia, Urban Soccer e Fustal entraram em campo para disputar os 3 pontos, mas só acabaram por levar 1 cada uma delas, depois de registado um empate a uma bola. A primeira parte foi bem disputada, com duas equipas a quererem fazer golos, mas a pouca assertividade na hora de finalização e o bom desempenho dos Guarda-Redes levaram a que o resultado ao longo dos 25′ não se alterasse. A 2ª parte foi diferente, e iniciou praticamente com golos, com o Fustal FC a abrir o marcador, por intermédio de Miguel Pinto, que fez o 1 x 0, mas 2′ depois o Urban Soccer haveria de empatar a partida, com Diogo Rocha a fazer o 1 x 1. As equipas foram criando boas oportunidades, mas o empate até final manteve-se e 1 x 1 foi o resultado final.

Já no 2º jogo, boa partida entre La-Salette FC e Global F7, que acabou com a vitória do Global por 3 x 5, e à semelhança da jornada anterior o La-Salette teve a vitória nas mãos, e acabou por permitir a reviravolta da equipa adversária. O jogo iniciou praticamente com golos, com Miguel Soares a inaugurar o marcador para o La-Salette FC, e 7′ depois o La-Salette fez o 2 x 0, com o artilheiro Cláudio António a facturar, e a dar uma vantagem maior à sua formação. O Global fez por responder, e reduziu a desvantagem à passagem do minuto 22, altura em que Marcelo Pinto fez o 2 x 1, mas 2′ depois Renato Pereira deu nova vantagem de 2 golos, e estabeleceu o 3 x 1 antes do intervalo. Na 2ª metade, o Global F7 apostou tudo num melhor resultado, e o La-Salette entrou com menor intensidade e pagou cara a derrota, já que a equipa não existiu na 2ª metade. Aos 34′ o Global F7 reduziu, com Vasco Santos a fazer o 3 x 2, e o empate surgiu mesmo, com Tiago Camboa a fazer o 3 x 3 aos 40′, e o mesmo jogador haveria de bisar no minuto seguinte, promovendo assim a reviravolta no marcador ao fazer o 3 x 4. O La-Salette FC tentou por tudo chegar ao empate, mas foi novamente o Global a marcar, com Ricardo Marques a fazer o 3 x 5 final aos 46′, sendo que a equipa conquista assim uma importante vitória.

No último jogo do dia, o Florgrade venceu o Café Concerto SJM em Jornada antecipada da Superliga, conquistando uma vitória por 0 x 5. Numa partida totalmente dominada pelo campeão nacional, a vitória começou a ser desenhada à passagem do minuto 9′, altura em que o artilheiro Nuno Capela fez o 0 x 1, e tivemos que esperar mais 13′ para assistir a novo golo no encontro, altura em que Miguel Silva, aos 22′, fez o 0 x 2, dando uma boa vantagem à sua equipa antes do intervalo. Na 2ª metade, o Florgrade entrou novamente a todo o gás, perante um Café Concerto que pretendia jogar em contra-ataque e no erro do adversária para retirar frutos. Mas foi o Florgrade a conseguir marcar novamente, com Nuno Capela a bisar na partida logo aos 27′, e aos 30′ registou-se o 0 x 4, altura em que Miguel Silva também bisou na partida. O resultado estava feito, mas Hugo Mota ainda teve tempo para fazer o gosto ao pé, e aos 46′ estabeleceu assim o 0 x 5 final.

4ª JORNADA SUPERLIGA AVEIRO
22 DE OUTUBRO, 2017

17H00 – Fustal F.C. 1 x 1 Urban Soccer

18H00 – La-Salette FC 3 x 5 Global F7

19H00 – Café Concerto 0 x 5 Florgrade (jornada antecipada)

FOLGA: Balizas A.M. Car

Fonte: Minifootbal

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.