Reflexão sobre o estado do Futebol de Formação

In Futebol, Futebol Formação, Modalidades by RedaçãoDeixe um comentário

Sendo este um momento de reflexão, foram várias épocas, em que convivi, com centenas de atletas, pais, treinadores, dirigentes, árbitros, e todos os envolvidos neste desporto que tanto gosto. Onde fiz amigos e conhecidos. Chega a hora de fazer uma pausa e refletir em tudo aquilo que a formação deste desporto se está a tornar.

Este texto é a minha opinião sobre algumas situações que se vivem no futebol de formação.

Será que tudo o que se diz é verdade, cada um tem direito à sua opinião e acho que existem várias situações que neste momento estão a condicionar a formação neste desporto.

A formação neste momento tornou-se um negócio, em que os clubes precisam dos pais, mas tem de existir uma separação, pois os pais pagarem uma mensalidade não lhes dá o direito de intervirem diretamente no normal funcionamento do clube, é paga uma mensalidade que dá o direito ao atleta de treinar com qualidade, com pessoas formadas na área.

Na hora do jogo, muitos defendem que todos devem jogar, na minha opinião isso é um mito, pois não é pelo atleta não jogar num jogo ou dois, ou jogar menos tempo que a formação deste atleta está a ser mal feita, pois no futuro desportivo, e na vida, esse atleta vai ter de lidar com frustrações e situações difíceis e vai ter de conseguir superar, quanto a mim neste momento existe uma super proteção que em nada vai beneficiar estes atletas.

É importante formar e formar se possível a ganhar, e se em determinado momento existem atletas que não estão bem preparados para enfrentar o jogo, tem de trabalhar e lutar por essa oportunidade.

Está instalado de forma geral pelos pais que cada um dos seus filhos é o melhor e é um super atleta, que é melhor e que sabe fazer tudo melhor do que qualquer outro atleta, não conseguindo ver os defeitos dos seus filhos. Será que esse será o caminho certo, criando expetativas que na maioria dos casos vão transformar-se em frustrações.

Ultima reflexão, quando vamos ao médico, pagamos uma consulta, mas não dizemos ao médico que exames devemos fazer, nem que medicamentos devemos tomar, pois não temos formação para isso. Então porque no futebol os pais se acham no direito de pagarem uma mensalidade, e decidir em que posição o seu filho e os outros jogam, quanto deve jogar e como deve treinar, é que na realidade, também não possuem formação para isso.

Obrigado futebol por estes anos…

“Roberto Cardoso”

 

-Primeiro artigo do Treinador Roberto Cardoso, bem vindo ao FDF Futebol de Formação

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.