Tondela 2-1 Paços Ferreira: M&M deram a primeira vitória

Em Futebol, Primeira Liga por Admin

Auriverdes jogaram com menos um durante uma hora mas Moreno e Murillo deram os três pontos

Foi dificil, mas finalmente chegou. Vitória já é uma realidade para o Tondela que conquistou o seu primeiro triunfo esta época depois de receber e vencer o Paços de Ferreira por 2-1. Num jogo de muita crença, luta e entrega, os auriverdes resistiram a tudo, inclusive a uma expulsão anedótica aos 31′, acabando por vencer graças aos golos de Moreno e Murillo.

Numa partida que tinha tanto de dificil como de importante, Petit mexeu, como já era de esperar, no onze, lançando Dylan Flores e Moreno e foi precisamente o colombiano que num remate tão trapalhão como eficaz deixou os auriverdes na frente do marcador, mesmo em cima do intervalo.

No entanto, antes, João Capela já tinha feito das ‘suas’ ao expulsar Mamadu aos 31′ num lance que só o próprio homem do apito pode explicar o porquê do vermelho direto. Mesmo assim o Tondela cerrou os dentes foi à luta e não se entregou frente a 11 pacenses.

Mesmo com o golo do empate aos 74′ o conjunto de Petit continuou a acreditar e já para além dos 90 minutos regulamentares Jhon Murillo aproveitou uma fifia de Ricardo para cavalgar rumo ao golo da vitória tondelense.

Desta forma o Tondela alcançou, há sétima ronda, a primeira vitória no campeonato e começa finalmente a respirar melhor. Num duelo duro frente aos castores, os auriverdes muito tiveram de cerrar mas no fim foi com um ‘travo’ a M&M’s (Moreno e Murillo) que foi feita a festa no João Cardoso.

Ficha de Jogo:

Estádio João Cardoso

Árbitro: João Capela

Tondela: Cláudio Ramos; Jaílson, Kaká, Rafael Amorim, Mamadu; Dylan (Fábio Nunes, 33′), Hélder Tavares, Fernando Fereira; Jhon Murillo, Moreno (Crislan, 84′), Murilo (Zé Turbo, 63′);

Suplentes não utilizados: Janota, Pica, Bruno Monteiro, Miguel Cardoso;

Treinador: Petit

Paços de Ferreira: Mário Felgueiras; Bruno Santos (João Góis, 46′), Ricardo, Miguel Vieira, Filipe Ferreira; Mateus, Pedrinho, Barnes Osei; Ivo Rodrigues (Cícero, 46′), Welthon, Ricardo Valente;

Suplentes não utilizados: Rafael Defendi, Pedro Monteiro, Leandro Silva, Vasco Rocha, Gleison;

Treinador: Carlos Pinto

Disciplina: Cartão amarelo a: Bruno Santos (27′), Ivo Rodrigues (44′), Miguel Vieira (45’+1), João Góis (65′); Kaká (71′), Rafael Amorim (78′), Hélder Tavares (86′); Cartão vermelho a Mamadu (31′)

Marcador:
1-0 Moreno, 43′
1-1 Miguel Vieira, 74′
2-1 Murillo, 90′