Portugal sagra-se Campeão da Europa

Em Futsal Masculino Sénior por AdminComentários de 0

A Seleção Nacional de Futsal conquistou o Europeu pela primeira vez na sua história, ao derrotar a Espanha no prolongamento (3-2).

MEDIA GUIDE (atualizado a 9 de fevereiro)

FOTOGALERIA

VÍDEOGALERIA

O epílogo do Campeonato da Europa de Futsal Eslovénia 2018 está agendado para este sábado, pelas 19h45 (20h45 de Portugal) e coloca frente a frente Portugal e Espanha, numa reedição da final do Europeu de 2010.

A formação comandada por Jorge Braz, a única 100 por cento vitoriosa na competição, irá tentar o seu primeiro troféu na competição, enquanto a Espanha jogará pelo seu oitavo título continental.

Portugal chega a esta final depois de ter vencido a Roménia (4-1), a Ucrânia (5-3), na fase de grupos, o Azerbaijão (8-1), nos quartos de final, a Rússia (3-2), nas meias-finais. A Espanha empatou o primeiro jogo diante da França, estreante em fases finais, bateu o Azerbaijão (1-0), e na fase a eliminar, deixou pelo caminho a Ucrânia (1-0) e o Cazaquistão (5-5, 3-1 agp).

Empate a uma bola ao intervalo
A Seleção Nacional entrou por cima no jogo e logo no primeiro minuto, Ricardinho apontou o primeiro tento da partida.

Até aos 10 minutos de jogo, Portugal voltou a tentar por Bruno Coelho e Fábio Cecílio, por duas vezes, mas foi Ricardinho a criar mais perigo a meio da primeira parte com a tentativa de chapéu a Paco Sedano que ainda conseguiu recuar a tempo de evitar que a equipa orientada por Jorge Braz ampliasse a vantagem.

Perto do final, João Matos e Nilson criaram perigo, mas foi a Espanha a conseguir empatar por Marc Tolrà, que desviou de forma subtil aos 19 minutos. A bola ainda bateu no poste esquerdo antes de entrar.

Bruno Coelho leva decisões para o prolongamento

Aos 24 minutos, Paco Sedano opôs-se ao remate forte de André Coelho. No minuto seguinte, André Sousa brilhou ao evitar o golo a Joselito. Na resposta, André Coelho acertou na barra. Miguelín criou muito perigo à passagem dos 29’, com André Sousa a negar o golo ao esquerdino. Pouco depois, Ricardinho teve duas oportunidades claras nos pés, mas o capitão da Equipa das Quinas atirou ao lado.

Lin, aos 32’, no seguimento de uma bola parada, colocou os espanhóis a vencer. À passagem do minuto 35’, Ricardinho quase restabeleceu a igualdade, e Miguelín, na sequência de um livre direto, atirou à trave. Um remate de Ricardinho, aos 36’, quase trouxe o empate. A partir dos 37’, com o 5 para 4, Portugal teve algumas chances para marcar e acabou por fazer o empate, por intermédio de Bruno Coelho (39’).

Seleção regressa a Lisboa no domingo
A Equipa das Quinas parte do hotel onde se encontra instalada Liubliana no domingo, pelas três da madrugada (04h00 locais) e tem chegada prevista a Lisboa pelas 13h20. A comitiva lusa fará escala no aeroporto de Munique, onde permanecerá cerca de três horas. O voo de Liubliana para Munique está agendado para as 5h55 (6h55 locais) e a partida de Munique (Voo LH 1790) para Lisboa agendada para as 10h15 (11h15 locais).

Rússia vence medalha de bronze
A formação russa, eleminada por Portugal nas meias-finais, garantiu a medalha de bronze do Europeu ao vencer, por 1-0, o Cazaquistão. Éder Lima apontou o tento solitário da partida.

Ficha de Jogo
Final do Campeonato da Europa Eslovénia 2018
Arena Stozice, Liubliana (Eslovénia)
Espectadores: 10 352

Árbitros: Ondrej Cerný (Rep. Checa) e Sasa Tomic (Croácia).
Terceiro árbitro: Alessandro Malfer (Itália).
Cronometrista: Josip Barton (Macedónia).

Portugal – Espanha (1-1, ao intervalo)

Portugal: André Sousa; João Matos, Pedro Cary, Ricardinho – Cap. e Bruno Coelho.
Suplentes: Bebé, Vítor Hugo, Nilson, André Coelho, Tiago Brito, Márcio, Pany, Fábio Cecílio e Tunha.
Treinador: Jorge Braz.
Golos: Ricardinho (1′) e Bruno Coelho (39′ e 49′)
Disciplina: Cartão amarelo a Nilson (32′)

Suplentes: Jesús Herrero; Bebe; Marc Tolrà, Adolfo, Sergio Lozano, Solano, Lin, Rafa Usín e Joselito.
Treinador: José Venancio López.
Golos: Marc Tolrà (19′) e Lin (32′)
Disciplina: Cartão amarelo a Rafa Usín (46′)

Deixe um Comentário