Évora conquista o único ouro que lhe faltava

In Atletismo, Destaque by RedaçãoDeixe um comentário

Nelson Évora conquistou este domingo, 12 de agosto, o único titulo que faltava da sua recheada carreira, o de campeão da Europa de Triplo Salto ao ar livre, alcançar o feito no Estádio Olímpico de Berlim, onde terminam os Campeonatos da Europa de Atletismo.

Portugal conquista assim a sua segunda medalha no Europeu de 2018, a segunda de Ouro.

Évora abriu um concurso com um salto nulo, seguiu-se um ensaio a 16.55 metros e só na terceira tentativa, com 16.87 metros, entrou nas medalhas, passando a ser o segundo de um concurso que era liderado por Alexis Copello, que com 16.93 metros acabou por ser segundo classificado, depois do português ter saltado 17.10 metros na quinta tentativa, suficiente para arrecadar o ouro para Portugal.

 

Entrevista a Nelson Évora

Esta é a segunda vez que o atleta português recebe uma medalha no Estádio Olímpico de Berlim, a primeira tinha sido em 2009, quando foi prata no Campeonato do Mundo, mas este domingo, Évora fez soar pela primeira vez “A Portuguesa” num dos Estádios com mais história no desporto Mundial.

 

A entrega das medalhas

Nos 1500 metros Marta Pen Freitas foi sexta classificada com 4:06.54 minutos, numa corrida em que as britânicas aceleraram o ritmo logo desde início. Laura Muir da Graça-Bretanha venceu com 4:02.32 minutos, Sofia Ennaqui da Polónia foi prata com 4:03.08 minutos e a britânica Laura Weightman foi bronze com 4:03.75 minutos.

 

Entrevista com Marta Pen

Nos 4×100 metros, Portugal beneficiou da desclassificação da Itália na meia-final e acedeu à final por ressecarem. Depois de correr a meia-final em 39.09 segundos, o quarteto Luso composto por José Pedro Lopes, Diogo Antunes, Frederico Curvelo e Carlos Nascimento foi sétimo classificado na final com 39.07 segundos, a melhor marca portuguesa da corrente temporada.

 

Entrevista à Estafeta de 4×100 metros

 

Fonte:

Federação Portuguesa Atletismo

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.