Rafael Reis entra a voar na Volta a Portugal

In Ciclismo de Estrada by RedaçãoDeixe um comentário

O português Rafael Reis (Caja Rural-Seguros RGA) é o primeiro camisola amarela da 80.ª Volta a Portugal Santander, depois de impor-se no prólogo de 1800 metros, disputado em Setúbal.

Como se previa, o arranque da Volta foi uma luta apertada entre contrarrelogistas e sprinters. A vitória foi para um especialista em exercícios individuais. Rafael Reis completou o percurso em 2m18s e tirou o doce da boca a César Martingil. O jovem sprinter da Liberty Seguros-Carglass teve o melhor registo durante grande parte da prova, mas Reis bateu-o por 2 segundos. O terceiro, a 3 segundos do vencedor, foi o dinamarquês Louis Bendixen (Team Coop).

“Já conhecia os truques ao percurso, porque sou desta região. Corri alguns riscos, ainda estive em risco de cair, mas valeu a pena arriscar”, frisou Rafael Reis, natural de Palmela, após terminar o prólogo.

Entre os corredores com aspirações de conquistar a Volta a Portugal, o mais rápido foi o italiano Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), com 2m24s. As diferenças não foram, todavia, significativas. O mais lento dos principais candidatos foi o galego Gustavo César Veloso (W52-FC Porto) e só gastou mais 6 segundos do que Nocentini.

César Martingil perdeu por muito pouco a vitória no prólogo, mas é o dono da camisola da juventude.

O prólogo, apesar de ter apenas duas curvas, ficou marcado por algumas quedas, que envolveram, entre outros, César Fonte (W52-FC Porto) e Gaspar Gonçalves (Liberty Seguros-Carglass).

A primeira etapa em linha corre-se nesta quinta-feira. O itinerário marca 191,8 quilómetros, a percorrer entre Alcácer do Sal (12h35) e Albufeira (17h25), no regresso da Volta a Portugal ao Algarve. O calor vai ser o maior inimigo do pelotão, que vai enfrentar temperaturas que ultrapassarão os 40 graus.

Classificação Completa: Clique Aqui

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.