Tiago Machado estreia equipamento da Seleção com triunfo

Em Ciclismo de Estrada por AdminComentários de 0

Tiago Machado ganhou ontem a Prova de Abertura – Região de Aveiro, corrida de 155,5 quilómetros, entre Oliveira do Bairro e a Torreira, Murtosa. O famalicense festejou o triunfo com a nova camisola da Seleção Nacional, apresentada na noite anterior, durante a Cerimónia de Abertura da Época 2018.

A corrida iniciou-se com várias escaramuças, tendo vingado uma fuga, encetada perto do quilómetro 20 de corrida, formada por Tiago Machado (Equipa Portugal) e por César Fonte (W52-FC Porto).

O duo seguiu junto até à subida de Talhadas, primeiro prémio de montanha do dia, onde Tiago Machado acelerou e ficou isolado em frente de corrida. Como um azar nunca vem só, depois de ter sido deixado para trás, César Fonte foi vítima de uma queda, conjuntamente com uma moto da corrida.

Enquanto isso, Tiago Machado insistia e chegou a ter cerca quase 6 minutos de vantagem sobre o pelotão, onde o trabalho do Sporting-Tavira reduziu drasticamente a diferença na entrada para os derradeiros 30 quilómetros. Nada que assustasse o fugitivo, até porque a alta velocidade e o vento forte acabaram mesmo por provocar duas quedas no pelotão já nos últimos quilómetros.

Alheio aos azares de quem perseguia, Tiago Machado persistiu e a resiliência acabou premiada com a vitória, perante o numeroso público que quis ver ao vivo as primeiras pedaladas do ano. Tiago Machado cruzou a meta com o pelotão no encalço, mas com os metros suficientes para celebrar a glória. João Matias (Vito-Feirense-BlackJack) foi o segundo classificado e Luís Mendonça (Aviludo-Louletano-Uli) fechou o pódio da jornada.

Tiago Machado pedalou em fuga cerca de 130 quilómetros, 80 dos quais em solitário. Após a vitória, foi com emoção que reagiu ao resultado. “É a Prova de Abertura, uma corrida nacional, mas para mim foi como se fosse o Campeonato do Mundo. Provei na estrada que não estou acabado. Dedico a vitória àqueles que continuam a vir apoiar-me, como se eu ainda fosse um jovem”, disse o ciclista da Equipa Portugal.

O primeiro lugar na Torreira resultou de uma gestão criteriosa do esforço. “A faltar 35 quilómetros para o fim, quando começámos a apanhar vento de costas, regulei o esforço, até porque se o pelotão viesse sempre ‘à morte’ acabaria por rebentar”, explicou Tiago Machado.

“Se calhar estou ainda melhor do que pensava. Se fiz quatro horas escapado, talvez consiga controlar um pelotão durante o mesmo tempo”, brincou Tiago Machado, referindo-se ao impacto que o sucesso de hoje pode ter na Team Katusha Alpecin.

A Prova de Abertura – Região de Aveiro foi a primeira corrida do Troféu Liberty Seguros. A Equipa Portugal assumiu o comando da geral em todas as classificações do Troféu. Tiago Machado é o comandante absoluto, a Seleção encima a tabela coletiva e Rui Oliveira, quarto na Torreira, é o melhor sub-23.

O Troféu Liberty Seguros é um conjunto de três corridas. Depois da Prova de Abertura, a competição prossegue com a Clássica da Arrábida – Cyclin’Portugal, dia 11 de março, e a Clássica Aldeias do Xisto – Cyclin’Portugal, 25 março.

Classificação
Oliveira do Bairro – Torreira, 155,5 km
1.º Tiago Machado (Equipa Portugal), 3h53m09s
2.º João Matias (Vito-Feirense-BlackJack), a 3s
3.º Luís Mendonça (Aviludo-Louletano-Uli), mt
4.º Rui Oliveira (Equipa Portugal), mt
5.º Luís Gomes (Rádio Popular-Boavista), mt
6.º Rafael Silva (Efapel), mt
7.º Daniel Freitas (W52-FC Porto), mt
8.º Samuel Caldeira (W52-FC Porto), a 4s
9.º Óscar Hernández (Aviludo-Louletano-Uli), mt
10.º André Crispim (Liberty Seguros-Carglass), mt

Classificações completas: Clique Aqui

Deixe um Comentário