Hugo Lopes – A Certeza de uma Promessa

Em Desporto Motorizado, Destaque, Entrevista, RaliCross, Rally por Rúben Oliveira Lopes

Nascido a 5 de Junho de 1997, Hugo Ricardo Oliveira Lopes, no mundo das corridas simplesmente Hugo Lopes ou, desde os tempos do Ralicross, como Rodrigo Vasconcelos o batizou – “Super Hugo”, desde cedo mostrou a apetência e a capacidade para tratar os automóveis e a sua condução por tu.

Filho de José Cruz, fundador da AMSPORT e ainda hoje piloto e ex-campeão de Ralis Históricos e Vice-Campeão de Ralicross em 2014, Hugo Lopes entrou diretamente para o automobilismo pela porta do Ralicross em 2011, na altura com 13 anos e aos comandos de um Peugeot 205, veículo com o qual fez metade da temporada, concluindo a mesma com um Peugeot 106.

O ano de 2011 foi portanto o ano de estreia de Hugo Lopes e ao longo de toda a época evolui e proporcionou momentos fantásticos de verdadeira competição, onde as disputas com Rafael Lobato ficaram na memória de todos os que se deslocavam às pistas, terminando a época como vice-campeão, logo na época de estreia.

Em 2012, com o mesmo carro, repete o resultado e sagra-se novamente vice-campeão.

O carro da marca do leão e o jovem piloto (16 anos) atingem em 2013 o objetivo mais aguardado de todos, o título na classe de iniciação conjugado com o vice-campeonato no Troféu Ernesto Gonçalves.

O ano de 2014, ano em que Hugo Lopes completou 17 anos marcou a transição do piloto para a classe dos mais velhos e, ainda com a mesma viatura, sagra-se novamente campeão nacional da divisão Super Nacional. Nesse mesmo ano e com o título assegurado na penúltima prova (Montalegre), Hugo recebe de presente a oportunidade de conduzir a viatura com que o seu pai participava na divisão principal do campeonato, um Peugeot 306 T16 com 500 (!) cavalos em Lousada, a última prova. O resultado final foi o 4º lugar entre a elite e tornou-se com isso o piloto mais jovem de sempre a conduzir um Super Car em condições oficiais de corrida.

Depois de um ano de 2015 a amadurecer entre algumas provas de Ralicross e outras de Ralis aos comandos de um Citroen Saxo KitCar, Hugo Lopes preparava a entrada em 2016 tendo em vista a participação no único troféu monomarca existente em Portugal, o DS3 R1 Challenge.

Aos comandos do DS3 R1, Hugo Lopes foi evoluindo prova após prova, tendo conseguido uma vitória no Rali de Viana e entre duas desistências e alguns 2º e 3º lugares, termina o Troféu em 3º lugar, carimbando assim passaporte para a participação no famoso e prestigiado Rally du Var – Nice, França onde arrecadou a distinção de melhor português e um dos jovens pilotos que mais deu nas vistas nessa dura e exigente prova.

No presente ano de 2017 e até à data, Hugo Lopes encontra-se a disputar ainda o Troféu DS3 R1 em paralelo ao Campeonato Nacional de Ralis, aos comandos de um Ford Fiesta R2 com o qual continua a dar nas vistas e a vencer PEC’s à geral contra máquinas bem superiores à sua em termos de potência.

  

Hugo Lopes, um jovem piloto viseense com ainda 19 anos e, como os mais entendidos já auguram, com um promissor futuro pela frente!

Deixe um gosto no Facebook deste prodígio!