Gaspar Gonçalves herói do dia e Daniel Freitas 5o na chegada a Leiria

In Ciclismo, Ciclismo de Estrada, Modalidades by RedaçãoDeixe um comentário

A primeira etapa da 81.a Volta a Portugal Santander, uma viagem de 174,7 quilómetros,
entre Miranda do Corvo e Leiria correu de feição à nossa equipa. Logo nos quilómetros
iniciais Gaspar Gonçalves integrou a fuga e viria a ser alcançado já nos últimos 2
quilómetros, e Daniel Freitas terminou num brilhante 5o lugar no sprint em Leiria.
A história desta etapa começou-se a desenrolar bastante cedo, logo após o quilómetro
0, alguns ataques surgiram e Gaspar Gonçalves intrometeu-se entre os homens da fuga.
Esta fuga viria a ter uma vantagem máxima de 12 minutos à passagem do primeiro
prémio de montanha instalado na Serra da Lousã.

Gaspar Gonçalves aproveitou esta escapada para lutar pela classificação da montanha,
um objetivo definido da equipa à partida para o dia de hoje. Foi segundo na contagem
de montanha de 1a categoria na Serra da Lousã, 3o na montanha de Pedrógão Grande,
2o na montanha de Mó Grande e 3o na última montanha do dia. Com estes resultados,
Gaspar Gonçalves amealhou pontos importantes para a Classificação da Montanha, está
agora na 2a posição com 22 pontos.
Pelo meio, Gaspar Gonçalves venceu ainda duas metas volantes, mas o melhor estaria
mesmo reservado para o fim. Nos últimos 10 quilómetros, Gaspar Gonçalves isolou-se
na companhia do suíço Mathias Reutmann e seguiram isolados até aos últimos 2
quilómetros. Esforço enorme do nosso ciclista que não se rendeu e esteve muito perto
da glória, foi considerado hoje pelos media “o herói do dia”.
Contudo, após Gaspar Gonçalves ser alcançado, havia o objetivo de discutir a vitória de
etapa com Daniel Freitas. Sprint muito vigoroso, em ligeira subida e onde Daniel Freitas
apostou muito forte na colocação e tirou proveito disso mesmo. Já na reta da meta,
Daniel Freitas encontrava-se no sítio ideal e esteve até aos últimos metros na discussão
da etapa, no final terminou num honroso e brilhante 5o lugar, a melhor classificação de
sempre da equipa em etapas da Volta a Portugal.
No final desta etapa, balanço muito positivo onde a equipa claramente começou esta
Volta com o pé direito. Gaspar Gonçalves no final afirmava que “Antes de mais queria
agradecer a toda a gente pelo apoio, pelas mensagens e a todos na estrada que gritaram
o meu nome! Agradecer a toda a equipa, staff e chefe! Esteve perto! É apenas o início,
iremos continuar a tentar!”.
Daniel Freitas, visivelmente satisfeito após a classificação de hoje dizia que “A equipa
esteve bem, fizemos tudo o que estava planeado! Conseguimos meter o Gaspar na fuga e estar na discussão das metas intermédias e eu consegui estar na discussão da etapa!
Dignificamos os nossos patrocinadores e da nas esperanças para o resta da volta! É
sempre bom começar com um resultado positivo!”.
A segunda etapa coloca o pelotão, nesta sexta-feira, a cumprir a viagem mais longa da
prova, 198,5 quilómetros, entre Marinha Grande e Santo António dos Cavaleiros,
concelho de Loures. A chegada coincide com um prémio de montanha de quarta
categoria, que reflete uma rampa de 1400 metros, com 8 por cento de inclinação média.
A colocação será a chave nesta tirada. Por um lado, para evitar os “cortes” que,
inevitavelmente, acontecerão numa chegada em subida acentuada. Mas a colocação e
os sentidos bem alerta serão também essenciais durante a viagem, que atravessa a
região Oeste, onde o vento pode proporcionar movimentações que segmentem o
pelotão.

Classificação Etapa
Miranda do Corvo – Leiria: 174,7 kms
1.o David Appolonio (Amore & Vita – Prodir), 4h47m07s
5.o Daniel Freitas (Miranda-Mortágua), mt
40.o Hugo Sancho (Miranda-Mortágua), mt
77.o Sergio Vega (Miranda-Mortágua), a 55s
78.o Gaspar Gonçalves (Miranda-Mortágua), a 0s
100.o Jesús Nanclares (Miranda-Mortágua), a 2m03s
107.o Cristian Mota (Miranda-Mortágua), a 3m36s
122.o Leangel Linarez (Miranda-Mortágua), a 21m23s

Classificação Geral
1.o Samuel Caldeira (W52-FC Porto), 4h54m35s
22.o Daniel Freitas (Miranda-Mortágua), a 15s
52.o Gaspar Gonçalves (Miranda-Mortágua), a 33s
82.o Hugo Sancho (Miranda-Mortágua), a 51s
97.o Sergio Vega (Miranda-Mortágua), a 1m38s
110.o Jesús Nanclares (Miranda-Mortágua), a 2m51s
116.o Cristian Mota (Miranda-Mortágua), a 4m59s
122.o Leangel Linarez (Miranda-Mortágua), a 22m45s

Classificação Geral Montanha
1.o Peio Goikoetxea (Team Euskadi), 29 pts
2.o Gaspar Gonçalves (Miranda-Mortágua), 22 pts

Classificação Geral por Equipas
1.o W52/FC Porto, 14h43m49s
14.o Miranda-Mortágua, a 1m27s

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.