Seleção Nacional: Convocatória Final Eurohockey Indoor Championship II em Alanya, Turquia

Em Hóquei por AdminDeixe um comentário

É já daqui a 8 dias que a nossa Seleção Nacional vai representar Portugal no Eurohockey Indoor Championship II, Alanya, Turquia!

De forma a atingir os melhores níveis de preparação possíveis, os 12 convocados finais vão estagiar em Estugarda, na Alemanha, durante a próxima semana, e irão realizar dois test-matches ainda antes da viagem para a Turquia.

Sem mais demoras, os convocados para vestir a camisola de Portugal são:

Nome Clube
André Maio Romariz Juventude HC
António José Pereira Medeiros Melo Camacho Casa Pia AC
Carlos Manuel Oliveira da Silva Casa Pia AC
David Filipe Ascenso Franco Gladbacher THC
Eduardo Nuno Gouveia Bandeira Lima Casa Pia AC
Hélder Filipe Pestana da Silva Gonçalves AD Lousada
Ivo Mota Moreira Venlose HC
José Pedro Serôdio dos Santos AD Lousada
Luis Miguel Rocha Tavares Casa Pia AC / Venlose HC
Tiago de Sousa Ventosa Casa Pia AC
Vasco Fernando da Silva Ribeiro Juventude HC
Vicente Gonçalves Cruz de Osório Mourão Lisbon Casuals HC

Equipa Técnica Nacional

Team Manager: Gonçalo Lima
Selecionador Nacional: Hugo Gonçalves
Treinadores: Bernardo Fernandes, João M. Freitas (GR), Marcos Ferreira
Médico: Dr. Pinto Sousa
Fisioterapeuta: Sérgio Pimenta

Plano de Estágio Pré-Competição:

Data Ação Local Horários
08/01/2018 Treino Concentrado Alemanha, Estugarda 12:30 /14:30
08/01/2018 Test-Match vs HTC Stuttgart Kickers Alemanha, Estugarda 19:45
09/01/2018 Treino Concentrado Alemanha, Estugarda 10:00 / 12:00
09/01/2018 Test-Match vs Ludwigsburg HC Alemanha, Estugarda 20:30
10/01/2018 Viagem Turquia Alemanha, Estugarda 14:25 / 19:40
11/01/2018 Treino Concentrado Turquia, Alanya 13:00 / 14:00

A nossa Seleção Nacional parte para este desafio com objetivos claros definidos pela Equipa Técnica Nacional que, nas palavras do team manager Gonçalo Lima, assumiu: “O objetivo passa por estar no sábado (1ª dia da competição) a discutir o “grupo de cima”, ou seja, jogar para subir à Divisão A, e obter a consequente subida!“.

Apesar do otimismo, Gonçalo Lima frisou a relevância da curta distância na qualidade apresentada entre as 8 equipas que constituem o grupo em que Portugal se insere, notando que a este nível de competitividade todos os jogos contam, podendo os objetivos serem cumpridos ou falhados mediante apenas um resultado inesperado.

A FPH expressa todo o seu apoio e votos de sucesso para esta prova e este grupo de trabalho, segura do seu potencial e confiante no cumprimento dos objetivos assumidos.

Agora é tempo de ir buscar os cachecois e afinar as vozes para, todos juntos, demonstrarmos o nosso apoio aos nossos atletas!

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.