Jóni Brandão e Henrique Casimiro sobem ao Top 5 da Geral da Volta a Portugal

In Ciclismo, Ciclismo de Estrada, Modalidades by RedaçãoDeixe um comentário

Dia de emoções ou não tivesse sido hoje disputada a etapa-rainha da 81.ª Volta a Portugal Santander, com chegada ao Alto da Torre, onde Jóni Brandão terminou em 3.º lugar e Henrique Casimiro fez 4.º. Não faltou muito para a vitória, tendo o excelente desempenho da equipa resultado na subida da Geral Individual destes dois corredores da Equipa Profissional de Ciclismo EFAPEL: Jóni Brandão é o 4.º classificado, a 27 segundos e Casimiro 5.º, a 40 segundos do Camisola Amarela, que continua com Gustavo Veloso (W52-FC Porto).
A 4.ª Etapa da Volta a Portugal contou 145 km entre a Pampilhosa da Serra e o Alto da Torre. Começou bem movimentada, com cinco homens no principal grupo de fugitivos do dia, não ultrapassando os dois minutos de vantagem, com a W52-FC Porto a assumir a perseguição nesta fase. Foi na subida da Covilhã, fase decisiva da corrida, que a EFAPEL atacou e impôs o ritmo, acabando com a fuga e lançando os principais candidatos que fizeram parte de um grupo de 12 corredores: Jóni Brandão e Henrique Casimiro, os dois representantes da equipa.
Juntos, o duo seguiu rumo à meta. Jóni Brandão ataca a 3 km do fim da dura subida que começara na Covilhã, mas foi surpreendido pela força de João Rodrigues (W52-FC Porto), que acabaria por vencer a tirada. Jóni termina em 3.º e Henrique Casimiro é o 4.º mais veloz do dia, após um brilhante trabalho coletivo, com todos a trabalharem para colocar o melhor possível o líder da EFAPEL.
Rúben Pereira, diretor desportivo da EFAPEL, disse que foi “um dia positivo. Não conseguimos o nosso objetivo principal, mas estamos moralizados. Ainda falta muito para o fim, sendo hoje o primeiro dia decisivo da Volta e da sua grande discussão”. O dirigente da formação de Ovar considera que 27 segundos “é uma margem que nos possibilita ainda estarmos na discussão da vitoria final. Sabemos que os adversários se encontram em bom nível, mas também contamos fazer uma segunda parte de Volta a Portugal numa condição superior à até aqui apresentada. Temos de ter em conta que todos os adversários atravessam um bom momento de forma e a Volta está a ser bem disputada. Mas continua tudo em aberto”.
Amanhã a semana começa com Oliveira do Hospital a receber a partida do pelotão, às 13.10 horas, que vai ser conduzido, ao longo de 158 km até à Guarda, para gozar do merecido dia de descanso. A meta da 5.ª Etapa volta a coincidir com uma contagem de montanha, desta vez de 3.ª Categoria (17.24 horas), mas será nos últimos 20 km que a escalada à mais alta cidade do país vai revelar quem recuperou bem da luta de hoje.

CLASSIFICAÇÕES:

CLASSIFICAÇÃO ETAPA 
4.ª ETAPA: Pampilhosa da Serra – Covilhã (Torre): 145 km
1.º João Rodrigues (W52-FC Porto), 04h20m36s
3.º Jóni Brandão (EFAPEL), a 05s
4.º Henrique Casimiro (EFAPEL), mt
20.º Sérgio Paulinho (EFAPEL), a 05m40s
31.º Bruno Silva (EFAPEL), a 08m06s
32.º Rafael Silva (EFAPEL), mt
53.º Fabricio Ferrari (EFAPEL), a 19m04s
77.º Niki Mihaylov (EFAPEL), a 23m44s

CLASSIFICAÇÃO ETAPA POR EQUIPAS
1.ª W52-FC Porto, 13h02m45s
3.ª EFAPEL, 13h07m38s

CLASSIFICAÇÃO GERAL – AMARELA
1.º Gustavo Veloso (W52-FC Porto), 19h16m57s
4.º Jóni Brandão (EFAPEL), a 27s
5.º Henrique Casimiro (EFAPEL), a 40s
19.º Sérgio Paulinho (EFAPEL), a 06m10s
29.º Bruno Silva (EFAPEL), a 08m49s
32.º Rafael Silva (EFAPEL), a 09m09s
78.º Fabricio Ferrari (EFAPEL), a 28m38s
81.º Niki Mihaylov (EFAPEL), a 29m25s

CLASSIFICAÇÃO GERAL POR EQUIPAS
1.ª W52-FC Porto, 57h51m49s
3.ª EFAPEL, a 06m02s

GERAL PONTOS – VERDE – RUBIS 
1.º Daniel Mestre (W52-FC Porto), 81 Pontos
17.º Jóni Brandão (EFAPEL), 14 Pontos

GERAL MONTANHA – AZUL – LIBERTY SEGUROS 
1.º Peio Goikoetxea (Equipo Euskadi), 31 Pontos
7.º Jóni Brandão (EFAPEL), 16 Pontos
9.º Henrique Casimiro (EFAPEL), 15 Pontos

Fonte:

EFAPEL

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.