José Borges ( Miranda Factory Team) vence Avalanche Licor Beirão 2018

In BTT, Ciclismo, Modalidades by RedaçãoDeixe um comentário

 

José Borges, da Miranda Factory Team, venceu ontem, dia 4 de novembro, a Avalanche Licor Beirão 2018, uma das maiores descidas de BTT da Península Ibérica, que se realizou no LouzanPark, na Lousã. O companheiro de equipa e atleta da casa Gonçalo Bandeira terminou na terceira posição. Já Vasco Bica, também atleta da Miranda Factory Team, não concluiu a prova em virtude de um problema mecânico.

A prova de ontem fica marcada pela chuva e mau tempo, que se para alguns vieram dificultar a participação, para outros chegaram para aumentar a diversão. Foram cerca de 350 os participantes naquela que é considerada a corrida mais louca e esperada do ano. Uma descida onde qualquer bicicleta e qualquer amante das duas rodas são bem-vindos e têm lugar garantido.

Com a organização do Montanha Clube – BTT Downhill, quem participou, além de poder fazer uma das maiores descidas coletivas da Península Ibérica, teve também oportunidade de o fazer ao lado dos melhores pilotos nacionais e estrangeiros, sendo colocadas à prova as suas capacidades nas modalidades de Downhill, Enduro e XC.

José Borges, Campeão Nacional de Enduro em Elite masculino, foi o mais rápido neste domingo chuvoso. O piloto da Miranda Factory Team completou a descida que liga o Trevim (a 1200 metros de altitude) ao Parque Municipal de Exposições, no centro da vila da Lousã, com o tempo de 18m28seg, num total de 11 km de estradões e “singletracks”, onde a diversão foi garantida logo ao início. Foi ele o grande vencedor desta edição de 2018.

 

 

“A Avalanche da Lousã é uma prova mítica em Portugal, onde vêm atletas de todo o país. É uma experiência diferente de tudo o que estamos habituados. Já participei em anos anteriores onde saí vencedor por duas vezes”, contou José Borges, para quem este ano o objetivo era “vencer novamente”.

“Consegui fazer um bom arranque e posicionar-me na cabeça da corrida. Passados alguns metros de prova olhei para trás e verifiquei que em 2.° lugar vinha o Gonçalo Bandeira. Ainda assinalei para ele tentar vir comigo mas não conseguiu. A partir daí fiz a minha corrida desde o início ao fim sozinho, gerindo tudo o que estava a acontecer. Com esta vitória acabo a minha época em grande e com grandes expectativas para 2019”, rematou o piloto da Miranda Factory Team.

Quanto a Gonçalo Bandeira, que já participa desde os cinco anos de idade, mas ainda sem nenhuma vitória, ocupou o terceiro lugar do pódio. A correr em casa, para o Cadete da Miranda Factory Team “a Avalanche é sempre uma corrida que todos esperam, mais ainda por ser na Lousã. É a corrida que permite que as diversas vertentes do BTT se encontrem para competir”, explicou, afirmando que “é sem dúvida uma festa de final de época”.

“Eu e o Zé arrancamos a liderar, mas depois com o vento e a chuva fui perdendo o contacto e algumas posições no estradão. Já nas descidas consegui melhorar e recuperar lugares, mas não consegui fazer mais. No final não podia estar mais feliz por terminar novamente no pódio, de novo em terceiro lugar”, afirmou o Cadete que é natural da Lousã, lembrando que estiveram presentes nomes de todo o mundo.

Vasco Bica, também atleta da equipa, não concluiu a prova. Um problema mecânico durante a descida impossibilitou-o de terminar, forçando-o a abandonar a corrida.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.