Santarém recebeu “Super Formação” de Rugby Juvenil

In Rugby by RedaçãoDeixe um comentário

A Escola Prática de Cavalaria, em Santarém, recebeu, neste fim-de-semana, os Cursos de Treinadores de Grau 1 e 2 destinados à região Sul do país. Os cursos foram desenvolvidos no âmbito da “Super Formação – Lobinhos a Lobos” organizada pelo Departamento de Desenvolvimento e Formação da Federação Portuguesa de Rugby em parceria com a Câmara Municipal e Clube de Rugby de Santarém, que integrou também uma formação de iniciação à Arbitragem, Diretores de Equipa de Rugby Juvenil (Escalões de Sub-8 a Sub-14) e Movimento Geral do Jogo – Nível 1.

A formação “Lobinhos a lobos” tem como principais objetivos, assegurar que os valores e o espírito do rugby são corretamente interpretados e aplicados, contribuir para a fidelização de jogadores/as, treinadores/as, árbitros/as e dirigentes, melhorar as competências dos treinadores/as e árbitros/as para elevar o nível de treino e a qualidade do jogo, identificar os objetivos a atingir em cada fase de aprendizagem; contribuir para o processo de formação e desenvolvimento contínuo dos treinadores/as, Jogadores/as, árbitros/as e dirigentes.

O curso de treinadores de grau 1 contou com a presença de técnicos do RC Elvas, RC Montemor, Caldas RC, RC Santarém, GD Direito, CF Belenenses, GDS Cascais, ER Galiza, St. Julians, GDU Ericeirense, Sobredense, CR São Miguel, IP Tomar, CR Técnico e CDUL num total de 46 formandos.

As diferentes atividades formativas foram ministradas por vários elementos da Federação Portuguesa de Rugby como Henrique Garcia, Tomaz Morais, Rui Carvoeira, Afonso Nogueira Paulo Duarte e Pedro Cardoso e ainda Pedro Gonzaga, João Moura, João Paulo Bessa, José Maria Lacerda e João Malta.

Os formadores foram também acompanhados por José Gorrotxategui, representante do projeto Get Into Rugby – Programa de desenvolvimento da World Rugby e Rugby Europe.

Tendo sido convidado pelo diretor de Desenvolvimento da FPR, Henrique Garcia, para ministrar um dos módulos do curso de treinadores de grau 1 sobre a segurança de jogadores, José Gorrotxategui focou especificamente a questão da concussão no rugby, para assegurar que os formadores transmitem informação de qualidade aos treinadores e que as metodologias e processos formativos são corretamente utilizados nos cursos organizados pelo órgão máximo do rugby em Portugal. O responsável de captação do projeto Get into Rugby mostrou-se satisfeito pelos 91 formandos presentes em Santarém, com o seu “entusiasmo” e “atitude positiva”, referindo que a FPR “está a fazer um excelente trabalho em termos de educação e formação de treinadores”.

Sobre o conjunto de cursos e formações decorridas neste fim-de-semana, José ressalvou a particular importância da FPR estar disponível para constantemente rever e melhorar os seus processos e procedimentos formativos, de forma a possibilitar e oferecer aos treinadores, árbitros, e agentes desportivos na área da saúde, a melhor formação possível e atualizada.

No rescaldo das atividades José revelou estar “bastante impressionado com o trabalho dos educadores da FPR”, com as instalações disponibilizadas e apoio do clube local: “A qualidade da formação de treinadores e arbitragem é um pilar fundamental para o incremento da qualidade da modalidade em qualquer país. Portugal tem sido muito bem-sucedido e continua a obter muito bons resultados no seu rugby ao nível juvenil e um dos motivos é, sem dúvida, a competência das pessoas que estão envolvidas nestes escalões do rugby nacional”.

Também integrada na “Super Formação – Lobinhos a Lobos” realizou-se ainda uma formação de Primeiros Socorros no Rugby, que teve lugar no Campo A, do Centro de Alto Rendimento de Rugby do Jamor, em Oeiras, e que contou com a participação de 10 formandos.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.