Neuroplasticidade – a capacidade humana de reciclagem neural

Em Artigos de Opinião, Atletas - Artigos de Opinião, Planos de Treino, Saúde - Artigos de Opinião por AdminDeixe um comentário

Por exemplo, um estudo português levado a cabo por Paulo Ventura e José Morais concluiu que na aprendizagem da leitura e da escrita, a zona cerebral associada ao processamento facial (reconhecimento dos rostos), no córtex temporal, cede parte do seu território para essa nova tarefa.

Outros trabalhos realizados por Alexandre Castro Caldas verificaram uma correlação interessante. Pela influência positiva da leitura e da escrita na eficiência e readaptação cerebral, em tarefas como codificação e interpretação de imagens a duas dimensões, realização de um movimento externo guiado pela mão e memorização/repetição de palavras, quem não aprendeu a ler e a escrever estimulou um número menor de circuitos neurais e, por isso, um conjunto de estratégias, desempenhos e respostas mais pobres, com menor variabilidade.

“Saber ler e escrever é um processo microbiológico de grande complexidade que modifica radicalmente a forma de funcionar do cérebro.” – Alexandre Castro Caldas

 

Deixe um comentário