Conselho de Disciplina da FPF absolve o atleta Fábio Almeida

In Futsal Masculino Sénior by RedaçãoDeixe um comentário

Um ano depois, o atleta do ABC de Nelas, Fábio Almeida, viu ser feita justiça e confirmado que falava verdade.

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol – Secção Não Profissional (CD FPF), já depois de ter dado como provado que o ABC de Nelas nada tinha feito de irregular – nem acusado foi -, reconheceu agora que o atleta Fábio Almeida também nada tinha feito para ser punido, e absolveu-o.

Tardou, mas fez-se justiça. Não foi nada que o ABC de Nelas e o Fábio não estivessem à espera.

Quem não teve a mesma sorte foi o Viseu 2001, clube que criou toda esta situação. Desde a primeira hora se mostrou inflexível na ´´sua´´verdade, não acedendo aos contactos quer do ABC de Nelas, quer do jogador, quer mesmo da Associação de Futebol de Viseu, no sentido de resolver ´´a bem´´, e com bom senso, esta situação.

O acórdão de 24 de agosto de 2018, do CD FPF (processo Nº 67 – 2017/2018) é claro e não deixa dúvidas, o Viseu 2001 prestou falsas informações, e por esse motivo foi condenado.

Refere o acórdão:

 (…)´´O Viseu 2001 agiu, assim, no ato de inscrição do jogador e nas declarações posteriormente produzidas perante a Associação, contra a real vontade do atleta – que conhecia – apresentando os documentos do jogador abusivamente, com o fim de conseguir/manter a inscrição deste como seu jogador (…) bem sabendo que tal não correspondia à vontade do atleta, o que fez de forma livre, voluntária e consciente, (…) com isso desrespeitava os regulamentos da FPF.´´ (…)

Refira-se ainda, que existe um processo de inquérito a decorrer no Ministério Público, pelo uso indevido, por parte do Viseu 2001, de documento (CC) não autorizado pelo atleta.

Também os clubes, JD de Gaia e SC Sivalde, que acompanharam o Viseu 2001 nesta participação disciplinar, viram os seus intuitos gorados. Queriam ganhar na secretaria o que tinham perdido em campo.

Uma palavra para a lisura, a competência e a coragem, quer do Presidente da Associação de Futebol de Viseu – que sempre procurou a solução a bem deste caso -, quer dos outros  Órgãos da Associação, que tiveram para fizer cumprir os regulamentos.

O ABC de Nelas, como por várias vezes o referiu, lamenta que se tenha chegado a esta situação, e ver um clube do nosso distrito ser declarado culpado e penalizado por esta forma de estar no desporto.

O ABC de Nelas não fica satisfeito por ver um clube do nosso distrito penalizado, está apenas aliviado que este processo tenha terminado, com a decisão que esperávamos para o ABC e para o Atleta.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.