Hugo Nunes é o segundo melhor Sub-23 na Vuelta a Madrid

In Ciclismo de Estrada by RedaçãoDeixe um comentário

Hugo Nunes, ciclista da equipa Continental UCI Miranda-Mortágua, ficou na segunda posição da Classificação Geral da Juventude na XXXI Vuelta Ciclista Internacional a la Comunidad de Madrid, que se disputou entre 4 e 6 de maio. Na última etapa, discutida ontem (domingo) pelas estradas da capital espanhola, Francisco Campos esteve na luta pelo sprint, sendo 14.º classificado e o melhor Sub-23 do dia.

Jorge Magalhães no primeiro dia da Vuelta a Madrid, marcada pela passagem no Puerto de Navacerrada, a 1854 metros de altitude

São “resultados animadores e de destaque”, numa prova do calendário internacional que fica marcada pela dureza das duas primeiras etapas. Sendo a Miranda-Mortágua a equipa que participou com a média de idades mais baixa e tendo a prova um nível muito elevado, Pedro Silva considera que o coletivo “esteve bem e com uma prestação dentro do previsível. Conseguimos estar sempre no grupo da frente nas etapas mais duras e mostramos que estamos motivados para as próximas provas”.

O diretor desportivo da Miranda-Mortágua está já de olhos postos nas competições que se seguem, sendo o objetivo “prepararmo-nos afincadamente para as provas de maio e junho, que são muitas. Vem aí um calendário exigente e que vai requerer muito trabalho e concentração para estarmos à altura destes desafios”, rematou

Gonçalo Carvalho e João Rocha antes da partida para a última etapa da 31.ª Vuelta a Madrid

Classificada com a categoria 2.1, a 31.ª edição da Vuelta a Madrid representou a estreia além-fronteiras da equipa nesta temporada. Hugo Nunes, que logo na primeira etapa, marcada pela passagem no Puerto de Navacerrada, a 1854 metros de altitude, conseguiu o 2.º lugar em Sub-23, defendeu esta posição até ao final da competição. Destaque também para João Rocha, que após ter estado parado em virtude de uma lesão estreou-se esta época na prova espanhola, estando em bom plano ao longo dos três dias.

Ontem, a terceira e última etapa desta Vuelta a Madrid foi corrida integralmente pelas estradas da capital espanhola, com partida e chegada em frente ao estádio Santiago Bernabéu. Foram percorridas 19 voltas num circuito de 5,26 kms, perfazendo no total 99,9 kms. A Miranda-Mortágua mostrou-se ativa, integrando os grupos que se foram formando na frente da corrida e onde Nuno Meireles chegou a andar em solitário, passando isolado na linha de meta por várias ocasiões.

Nuno Meireles chegou a andar em solitário durante a última etapa, que correu apenas as estradas de Madrid

De regresso a Portugal, a equipa prossegue já no próximo fim-de-semana, para participar na Volta às Terras de Santa Maria, nos dias 12 e 13 de maio, em Santa Maria da Feira.

CLASSIFICAÇÃO GERAL:

1.º – Edgar Pinto (Caja Rural – Seguros RGA) 9h21m14s

45.º – Hugo Nunes (Miranda-Mortágua) a 2m29s

62.º – Nuno Meireles (Miranda-Mortágua) a 7m57s

84.º – Jorge Magalhães (Miranda-Mortágua) a 24m11s

93.º – Gonçalo Carvalho (Miranda-Mortágua) a 30m10s

96.º – Francisco Campos (Miranda-Mortágua) a 33m33s

97.º – João Rocha (Miranda-Mortágua) a 34m17s

CLASSIFICAÇÃO JUVENTUDE:

1.º – Xuban Erraskin (Vito-Feirense-BlackJack) 9h21m14s

2.º – Hugo Nunes (Miranda-Mortágua) a 2m29s

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.