FIA World Rallycross Championship– Montalegre RX

In Desporto Motorizado, RaliCross by Redação

A Vila de Montalegre recebeu mais de 15 mil pessoas para acompanharem a segunda prova do Mundial de RallyCross que teve lugar entre os dias 21 a 23 de Abril. O excelente organização do Clube Automóvel de Vila Real e Câmara Municipal leva o promotor do campeonato a renovar o acordo até ao ano 2022 com as terras barrosãs.

SuperCar WRX

Mattias Ekstrom ganha em Montalegre

Depois de os VW Polo GTI de Solberg e Kristoffersson terem mostrado o andamento mais regular em todo o fim-de-semana, a surpresa veio do lado de Ekstrom que conseguiu qualificar o Audi para partir em segundo na final. Contudo perdeu essa posição para Kristoffersson, quando optou por cumprir a joker-lap logo na primeira volta, deixando os dois VW para lutar entre si, tendo sido acompanhado pelos Peugeot 208 de Loeb e Timmy Hansen, tornando a prova de Montalegre arrebatadora na classe SuperCars, dando ao Audi S1 uma vitória que à partida era pouco provável

Europeu Super 1600

No campeonato europeu Super1600 – onde Montalegre é a primeira de seis provas – foi mais uma vez o dinamarquês Ulrik Linnemann que triunfou no seu Peugeot 208 S1600. O campeão em título de S1600 Krisztian Szabo conquistou o segundo lugar, enquanto que o letão Artis Baumanis terminou em terceiro lugar.

CrossCar

Os Crosscar prova de apoio a esta prova teve uma final bastante animada.Mais uma vez Pedro Rosário, em Semog Bravo, a dominar e a ficar com o lugar mais alto do pódio, numa prova que lhe pertenceu desde a primeira manga. O segundo e terceiro postos ficaram nas mãos de Rui Nunes, também em Semog Bravo e Nuno Bastos em ASK.