EFAPEL otimista para o prólogo que inaugura 81.ª Volta a Portugal

In Ciclismo, Ciclismo de Estrada, Modalidades by RedaçãoDeixe um comentário

A Equipa Profissional de Ciclismo EFAPEL apresentou-se hoje oficialmente, de Viseu para o mundo, como uma das favoritas à vitória da 81.ª Volta a Portugal em Bicicleta, através do seu líder, Jóni Brandão. O anúncio aconteceu durante o programa televisivo da RTP “Há Volta”, que vai acompanhar diariamente todas as chegadas de etapa da prova, ao longo dos 11 dias que vai estar na estrada: desta quarta-feira, 31 de julho até 11 de agosto. A caravana ciclista vai manter-se por Terras de Viriato até amanhã, onde será disputado um prólogo com 6 km que inaugura a edição de 2019 da competição rainha e para a qual a EFAPEL parte otimista.
“Amanhã é o primeiro dia e por isso mesmo um dia muito importante. Consideramos que as 11 etapas são importantes para definir o vencedor final. Não vai haver lugar para dias fáceis nesta Volta a Portugal. As diferenças desta quarta-feira já podem ser importantes para a classificação definir-se, mesmo com as diferenças sendo muito curtas, tendo em conta o tipo de percurso que vamos ter pela frente”, adiantou Rúben Pereira, diretor desportivo da EFAPEL.
São sete os corredores da EFAPEL que amanhã disputam o esforço individual que se realiza no centro da cidade de Viseu, com partida e chegada da Avenida Europa: Jóni Brandão, Henrique Casimiro, Sérgio Paulinho, Rafael Silva, Fabricio Ferrari, Bruno Silva e Nikolay Mihaylov. Os mesmo que têm a nobre missão de concretizar o “Sonho Amarelo 2019”. O primeiro corredor sai às 15.14 horas, prevendo-se que o último a partir conclua o percurso cerca das 17.35 horas.
Já é conhecida a ordem de saída para o contrarrelógio individual de amanhã, para os 132 corredores inscritos nesta edição da Volta. Os sete ciclistas da EFAPEL vão ter os seguintes horários:
1.º Rafael Silva: 15.23 horas
2.º Fabricio Ferrari: 15.41 horas
3.º Bruno Silva: 16 horas
4.º Henrique Casimiro: 16.19 horas
5.º Sérgio Paulinho: 16.38 horas
6.º Nikolay Mihaylov: 16.57 horas
7.º Jóni Brandão: 17.16 horas

ETAPAS:

31 de julho – Prólogo: Viseu (15 Horas) – Viseu (17.32 Horas): 6 km (CRI)
1 de agosto – 1.ª Etapa: Miranda do Corvo (12.50 Horas) – Leiria (17.28 Horas): 174,7 km
2 de agosto – 2.ª Etapa: Marinha Grande (12.20 Horas) – Loures/ Santo António dos Cavaleiros (17.32 Horas): 198,5 km
3 de agosto – 3.ª Etapa: Santarém (12.20 Horas) – Castelo Branco (17.26 Horas): 194,1 km
4 de agosto – 4.ª Etapa: Pampilhosa da Serra (13.15 Horas) – Covilhã/ Torre (17.21 Horas): 145 km
5 de agosto – 5.ª Etapa: Oliveira do Hospital (13.10 Horas) – Guarda (17.24 Horas): 158 km
6 de agosto – Dia de Descanso (Guarda)
7 de agosto – 6.ª Etapa: Torre de Moncorvo (12.25 Horas) – Bragança (17.28 Horas): 189,2 km
8 de agosto – 7.ª Etapa: Bragança (12.55 Horas) – Montalegre/ Serra do Larouco (17.23 Horas): 156,2 km
9 de agosto – 8.ª Etapa: Viana do Castelo (13.20 Horas) – Felgueiras (17.27 Horas). 158 km
10 de agosto – 9.ª Etapa: Fafe (13.25 Horas) – Mondim de Basto/ Senhora da Graça (17.18 Horas): 133,5 km
11 de agosto – 10.ª Etapa: Vila Nova e Gaia (14.30 Horas) – Porto (17.15 Horas): 19,5 km (CRI)

» TOTAL de 1532,7 km percorridos, ao longo dos 11 dias de prova.

Fonte:

EFAPEL

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.