EFAPEL percorre beleza das Aldeias do Xistono encalço da vitória

In Ciclismo, Ciclismo de Estrada, Modalidades by RedaçãoDeixe um comentário

É já esta quarta-feira, dia 1 de maio, que se disputa uma das provas que passa por algumas das mais belas paisagens do nosso país: a Clássica Aldeias do Xisto. Uma corrida com um significado especial para a Equipa Profissional de Ciclismo EFAPEL, que traz ao peito o nome desta região, sendo as Aldeias do Xisto um dos principais patrocinadores da estrutura de Ovar.
A Taça de Portugal Jogos Santa Casa de Elite e Sub-23 vai decidir-se nesta terceira edição da Clássica Aldeias do Xisto, que promete espetáculo e emoções fortes, dado o percurso exigente e bem ao jeito dos trepadores. Pela frente a nata do pelotão nacional vai encontrar 153,4 km que partem às 12 horas de Pedrógão Pequeno (Sertã) rumo a Gondramaz (Mirando do Corvo), com chegada prevista para as 16.30 horas. Estas são apenas duas das 27 Aldeias do Xisto distribuídas pela Região Centro, num território de rara beleza e que oferece experiências únicas.
Jóni Brandão, Rafael Silva, Henrique Casimiro, Marcos Jurado, Bruno Silva, Fabricio Ferrari e Antonio Angulo são os sete bravos da EFAPEL que vão alinhar neste desafio. Os corredores vão atravessar as localidades de Sertã, Troviscal, Mosteiro, Oleiros, Cambas, Portela do Gavião, Pampilhosa da Serra, Serpins, Casal de Ermio, Semide, Miranda do Corvo e Quebrada.
No total são 2750 metros de acumulado de subida ao longo do percurso, com quatro Prémios de Montanha: Sertã (4.ª Categoria, aos 16,1 km), Portela do Gavião (3.ª Categoria, aos 63,6 km), Pampilhosa da Serra (2.ª Categoria, aos 80 km) e Gondramaz (2.ª Categoria), coincidente com a meta, antecedida por uma subida final com 5,5 km de extensão e uma inclinação média de 8,5%.
De acordo com Américo Silva, diretor desportivo da EFAPEL, “encaramos todas as competições com a mesma responsabilidade e ambição, mas é natural que esta tenhamos uma emoção especial, tendo em conta que nos sentimos a correr em casa”.
Recorde-se que a Clássica Aldeias do Xisto está inserida no projeto Cyclin’ Portugal, com o objetivo de afirmar o território das Aldeias do Xisto como destino de excelência para a prática de ciclismo, seja ele profissional ou amador. Este projeto resulta de um protocolo entre as Aldeias do Xisto, a Federação Portuguesa de Ciclismo, a Turismo Centro de Portugal e conta com o apoio da Secretaria de Estado do Turismo.
Fonte:

Efapel

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.