Jóni Brandão mais perto da Camisola Amarela da Volta a Portugal

In Ciclismo, Ciclismo de Estrada, Modalidades by RedaçãoDeixe um comentário

Jóni Brandão, da Equipa Profissional de Ciclismo EFAPEL, mostrou hoje bons sinais na 5.ª Etapa da 81.ª Volta a Portugal Santander, ao recuperar no final da prova 2 segundos para Gustavo Veloso (W52-FC Porto), que continua de Amarelo. O líder prossegue, assim, na 4.ª posição da Geral Individual, seguindo-se em 5.º lugar Henrique Casimiro, a 45 segundos. Na tirada que ligou Oliveira do Hospital à Guarda, ao longo de 158 km, Jóni Brandão foi o 9.º a cruzar a linha da meta.
A jornada fica marcada por uma fuga inicial, formada aos 52 km e que chegou à meta, facto que ainda não tinha ocorrido. Na sua composição estavam oito homens, de onde ia sair o vencedor da tirada: Marco Tizza (Amore & Vita-Prodir). O bom entendimento entre todos levou a uma vantagem de mais de 5 minutos.
Sem hipótese de discutir a etapa, sendo que o pelotão chegou a 01m43s, Jóni Brandão foi o 9.º a cruzar a meta na Guarda, ganhando dois segundos ao líder da Geral e 4 segundos ao 3.º e 4.º classificados, ficando assim mais perto da Camisola Amarela, fruto do trabalho coletivo da EFAPEL. Mais uma vez a equipa mostrou-se sempre unida e com uma dedicação exemplar ao seu líder, protegendo-o do início ao final da tirada e colocando-o sempre nas melhores condições.

“Foi um dia positivo, que acabámos por rematar conforme tínhamos idealizado, tentando reduzir o tempo, que embora curto dá boas indicações para a segunda parte da Volta a Portugal. A qualidade dos nossos corredores tem sido evidente a cada etapa, vamos continuar concentrados no nosso trabalho e dar o melhor, porque a Volta só termina no Porto”, afirmou, de forma assertiva, Rúben Pereira, diretor desportivo da EFAPEL.
Chega amanhã o merecido dia de descanso, na Guarda, para a caravana da Volta a Portugal. Quarta-feira a batalha continua com a 6.ª Etapa. São 189,2 km que vão unir Torre de Moncorvo (12.25 horas) a Bragança (17.28 horas). Para os sprinters do pelotão, tudo indica que esta será a última etapa em linha para poderem brilhar.

CLASSIFICAÇÕES:

CLASSIFICAÇÃO ETAPA 
5.ª ETAPA: Oliveira do Hospital – Guarda: 158 km
1.º Marco Tizza (Amore & Vita-Prodir), 04h02m53s
9.º Jóni Brandão (EFAPEL), a 01m44s
13.º Henrique Casimiro (EFAPEL), a 01m51s
34.º Bruno Silva (EFAPEL), a 02m32s
35.º Rafael Silva (EFAPEL), mt
38.º Sérgio Paulinho (EFAPEL), a 02m37s
76.º Niki Mihaylov (EFAPEL), a 06m34s
83.º Fabricio Ferrari (EFAPEL), a 08m16s

CLASSIFICAÇÃO ETAPA POR EQUIPAS
1.ª Sporting-Tavira, 12h12m17s
8.ª EFAPEL, 12h14m46s

CLASSIFICAÇÃO GERAL – AMARELA
1.º Gustavo Veloso (W52-FC Porto), 23h21m36s
4.º Jóni Brandão (EFAPEL), a 25s
5.º Henrique Casimiro (EFAPEL), a 45s
20.º Sérgio Paulinho (EFAPEL), a 07m01s
28.º Bruno Silva (EFAPEL), a 09m35s
30.º Rafael Silva (EFAPEL), a 09m55s
75.º Niki Mihaylov (EFAPEL), a 34m13s
76.º Fabricio Ferrari (EFAPEL), a 35m08s

CLASSIFICAÇÃO GERAL POR EQUIPAS
1.ª W52-FC Porto, 70h05m55s
3.ª EFAPEL, a 06m42s

GERAL PONTOS – VERDE – RUBIS 
1.º Daniel Mestre (W52-FC Porto), 81 Pontos
15.º Jóni Brandão (EFAPEL), 16 Pontos
34.º Henrique Casimiro (EFAPEL), 4 Pontos

GERAL MONTANHA – AZUL – LIBERTY SEGUROS 
1.º David Ribeiro (LA Alumínios-LA Sport), 33 Pontos
7.º Jóni Brandão (EFAPEL), 17 Pontos
9.º Henrique Casimiro (EFAPEL), 15 Pontos

Fonte:

EFAPEL

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.